Cuidado e Prevenção com Bebês e Crianças

15/07/2015 16:01

Cuidado e Prevenção com Bebês e Crianças

Assim como o velho ditado diz "Prevenir é o melhor remédio" ou "é melhor prevenir, que remediar". Saúde e prevenção andam juntas, então nada melhor que cuidar de nossa vida e de nossos entes queridos com mais atenção e mais amor. Por isso vou colocar algumas dicas sobre a prevenção que devemos ter quando lidamos com bebês e crianças.

 

Prevenindo afogamento

 

1 - Jamais deixar crianças em piscinas, praias ou lagos sem a supervisão de um adulto responsável.

2 - Piscinas sempre devem ser cobertas e/ou cercadas quando não estiverem em uso e deve-se acostumar a criança a usar bóias ou colete de flutuação antes de entrar na água.

3 - Recipientes domésticos contendo água, como baldes,  bacias e vasos sanitários devem ser inacessíveis às crianças pelo risco de afogamento.

 

Prevenindo asfixia e engasgo

 

1 - Evitar cobertores e edredons excessivamente macios e fofos pelo risco da criança ser asfixiada. Travesseiros, fraldas e brinquedos soltos no berço também podem sufocá-las.

2 - Crianças jamais devem brincar com sacos plásticos.

3 - A posição correta para o bebê dormir é sempre de barriga para cima, nunca de bruçis ou de lado. A posição de lado tem os mesmos riscos de asfixia do que a de bruços.

4 - Oferecer somente brinquedos apropriados para a idade, evitando aqueles desmontáveis ou com peças pequenas, dado o risco de serem engolidos ou aspirados.

5 - Estar atento a caroços de frutas, grãos, balas, azeitonas e moedas que podem facilmente ser aspirados ou engolidos dependendo da idade e entendimento da criança.

 

Prevenindo intoxicações

 

1 - Manter medicamentos, produtos de limpeza, produtos químicos em geral sempre nas suas embalagens originais, não transferi-los para embalagens como refrigerantes, por exemplo.

2 - Manter produtos químicos, inseticidas e medicamentos em armários altos, de preferência trancados e jamais armazená-los junto com alimentos.

3 - Utilizar medicamentos somente sob orientação médica, dentro do prazo de validade e nunca administrá-los no escuro para não errar a dose.

4 - Medicamentos em  gotas devem ser colocados em uma colher antes da administração e nunca serem administrados diretamente na boca das crianças.

5 - Plantas desconhecidas não devem ser mastigadas ou ingeridas.

6 - Não permita que a criança entre sozinha no mato pelo risco de se deparar com animais peçonhentos e ser intoxicadas por venenos.

7 - Nunca permita que uma criança manipule inseticidas domésticos nem agrotóxicos.

 

Prevenindo queimaduras

 

1 – A temperatura da água do banho deve ser amena, por volta dos 37º Celsius, o que pode ser verificado colocando-se o cotovelo dentro da banheira, antes de colocar o bebê, ou usando um termômetro para água.

2 – A temperatura do leite e outros líquidos ou alimentos também deve ser testada nas costas da mão, antes de serem oferecidos para a criança.

3 – Banhos de sol devem ser realizados antes da 10h e após às 16h, sendo fundamental o uso de protetores solares a partir de 6 meses de idade. Bonés e roupas claras também são recomendados nos dias de mais calor.

4 – Panelas devem ser usadas sempre na parte posterior do fogão com os cabos voltados para dentro. E lembre-se, cozinha não é lugar de criança brincar ! Jamais deixe fios de ferro de passar pendurados ou líquidos e panelas quentes sobre mesas com toalha, assim você evita que as crianças puxem esses objetos sobre si.

 

Prevenindo quedas e traumas

 

1 - Andadores: pediatras e ortopedistas não recomendam, pois podem levar a graves acidentes como fraturas, trauma de crânio, afogamentos, queimaduras, ferimentos cortantes, além de permitirem que o bebê apóie os pés de forma incorreta.

2 – Lugares altos: janelas, lajes e escadas devem ter proteção como redes, corrimão e grades para evitar quedas. Crianças menores sempre devem estar acompanhadas de um responsável quando estiverem em lugares altos.

3 – Bicicletas, patins e skates: Capacetes e equipamentos de proteção como joelheiras e cotoveleiras são fundamentais para a criança andas de bicicleta, skate ou patins.

4 – Choques elétricos: tomadas devem ter protetores e o s fios devem ser curtos e fora do alcance de crianças. TVs e outros aparelhos devem estar firmes e estáveis sobre móveis.

5 – Atropelamentos: a criança deve sempre estar acompanhada na travessia de ruas, sempre em faixas de pedestres e em semáforos.

6 – Transporte em carros: a criança sempre deve andar no banco traseiro seguindo as regras de assento, conforme a idade.

 

Tipo de

assento

Bebê conforto

ou conversível

Cadeira de segurança Assento de elevação ou “booster” Cinto de segurança de três pontos
Peso e idade Desde o nascimento até 9 ou 13 Kg, conforme recomendação do fabricante, ou até 1 ano de idade De 9 a 18 Kg, aproximadamente de 1 a 4 anos De 18 a 36 Kg, aproximadamente de 4 a 10 anos Acima de 36 Kg e, no mínimo, 1,45 m de altura, aproximadamente 10 anos de idade.
Posição Voltada para o vidro traseiro, com leve inclinação, conforme instruções do fabricante, de costas para o movimento, sempre no banco de trás. De 9 a 18 Kg, aproximadamente de 1 a 4 anos De 18 a 36 Kg, aproximadamente de 4 a 10 anos Acima de 36 Kg e, no mínimo, 1,45 m de altura, aproximadamente 10 anos de idade.